<%@ Language=VBScript %> Ordem dos Frades Menores Capuchinhos

PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Actualidade

Aconteceu o Encontro dos Grupos Bíblicos do Norte

Foram muitos os Grupos Bíblicos da região norte que hoje, 15 de Maio de 2005,  responderam à chamada e participaram num dia de reflexão, oração, celebração e convívio em Caxinas - Vila do Conde. Mais de quatrocentas pessoas reuniram-se, logo de manhã cedo, à volta da Palavra de Deus, para um tempo de reflexão com o frei José Machado e outros Irmãos que animaram o encontro. À tarde, depois uma bonita encenação preparada por um grupo de jovens, dirigimo-nos para a Igreja onde celebramos a Eucaristia. Presidiu o frei Acílio Mendes e concelebraram, entre outros sacerdotes, o frei Luís Gonçalves, o frei Avelino e o Pe. André.

Freis Danilson, Laurindo

e Higino animam o

 Encontro com cânticos.

Encenação sobre

a importância que

damos à Palavra Deus.

Celebração da Eucaristia, presidida pelo

Frei Acílio Mendes

Solenidade do Pentecostes na Paróquia do Amial

Foram cerca de 200 as pessoas que celebraram esta noite, na paróquia do Amial, a vigília de Pentecostes. Às 21h30 tudo estava pronto: a decoração da Igreja, o ambiente silencioso e o coração expectante dos fiéis reunidos na certeza da promessa de Deus, que enviaria o seu Espírito Santo ficando, desse modo, connosco, até ao fim dos tempos. Presidiu a esta celebração o frei António Martins e concelebraram os freis José Carlos e Lourenço. A celebração foi animada pelo frei Higino que contou com o apoio do grupo coral "Ágape".

frei Hermano Filipe

Aconteceu o Encontro Anual da Juventude Capuchinha

No passado fim-de-semana, 23 e 24 de Abril, realizou-se mais um encontro da Juventude Capuchinha. Desta vez coube à Comunidade Cristã do Amial - Porto, Jovens a cantar "ergue o teu lema"acolher os cerca de 60 jovens que vieram de diferentes paróquias portuguesas.

Estes jovens que, de algum modo, estão ligados aos Franciscanos Capuchinhos foram os verdadeiros animadores deste encontro de convívio e reflexão, que teve como tema principal: "uma Igreja Jovem, aberta ao futuro".

Os diversos grupos foram chegando ao final da manhã de Sábado e juntaram-se para um almoço partilhado junto ao Douro, naFrei Dino antes do início da celebração da Eucaristia marginal de Gaia. Depois de um passeio pela cidade Invicta, os jovens dirigiram-se ao Amial e viveram momentos de fraterno convívio enquanto preparavam o jantar.

Depois do jantar, os freis Danilson, Ademário, Gilson e Laurindo animaram mais um momento de convívio que antecedeu um momento de reflexão e trabalhos de grupo animados pelos freis Dino, José Joaquim e Hermano Filipe, na linha do tema principal.

A vigília de Oração, animada pelo frei José Joaquim, começou já depois da meia-noite e terminou perto das 3 horas da madrugada. Sempre por perto e a Jovens a confraternizar depois da Eucaristiacuidar para que nada faltasse aos jovens, o frei José Carlos desdobrou-se no momento de arranjar espaço para que eles pudessem estender o saco-cama e dormir um merecido sono.

O frei José Carlos foi também dos primeiros a levantar-se para preparar o pequeno-almoço. Depois do pequeno-almoço preparamos a eucaristia que foi presidida pelo frei Dino numa igreja bem composta e animada.

Foram dois dias de partilha de experiências e esperanças, dois dias que certamente marcaram positivamente todos os participantes. Foram muitos os jovens que disseram sentir-se agora mais responsáveis pela construção da Comunidade Cristã onde estão inseridos e com vontade de viver a nossa Fé em Cristo Ressuscitado procurando novas formas de O anunciar aos outros, com a Vida.

Frei Hermano Filipe

Nasceu o primeiro Grupo Bíblico em Timor-Leste

Reuniu pela primeira vez, no passado dia 12 de Dezembro de 2004, o recém-formado Grupo Bíblico de Laleia, o primeiro em Timor-Leste. Chama-se Soru Mutuk, que significa Unidade, e nasceu a partir do primeiro Curso de Iniciação à Bíblia realizado entre 24 e 26 de Novembro do ano passado, contando já com 15 elementos.

A animadora do grupo, Dª Rosa, será assistida pelo frei José Luís e pela Irmã Nieta Oliveira, missionária brasileira do Instituto Josefino.

Grupo Soru Mutuk reunido no Centro Pastoral de Laleia

Grupo Soru Mutuk reunido no Centro Pastoral de Laleia

clique sobre a imagem para ampliar

O Grupo Bíblico Soru Mutuk reúne todos os Domingos depois da Eucaristia das oito horas. De duas em duas semanas é feita uma reflexão acerca das leituras que constituem a Liturgia da Palavra do Domingo seguinte e nos outros Domingos, os encontros são, essencialmente, de Celebração e Oração seguindo os temas propostos no “Caderno do Animador” (p. 37-90).

Para facilitar a comunicação e partilha entre todos os elementos do grupo, até porque nem todos falam a língua de Camões, as leituras são proclamadas, sempre que possível, em tétum.

O método seguido em cada encontro é o que quase todos os grupos de Dinamização Bíblica usam:

A) Acolhimento mútuo;

B) Acolhimento e proclamação da Palavra de Deus;

C) Partilha da Palavra;

D) Oração;

E) Compromisso;

F) Orientações.

Avisos e despedida.

Dia das Missões Capuchinhas, celebrado em Barcelos

No passado Domingo, dia 30 de Janeiro de 2005, a Comunidade Cristã de Santo António, em Barcelos, celebrou o Dia das Missões Capuchinhas, dando particular destaque à Missão de Laleia (Timor-Leste).

O secretariado das Missões, juntamente com o secretariado da catequese, preparou a animação das diversas celebrações da Eucaristia que ocorreram naquele dia e que conseguiu, como já é habitual, mobilizar dezenas de jovens.

Nas fotos, o frei Manuel Luís, Guardião da Fraternidade de Barcelos, rodeado de algumas das crianças e dos jovens que animaram a celebração.

a

Xanana Gusmão em Laleia, promete fazer obras de restauro da igreja

No passado dia 18 de Dezembro de 2004, Laleia, Estação Missionária cuja animação pastoral foi confiada aos Franciscanos Capuchinhos, recebeu a visita do Presidente da República de Timor-Leste, Xanana Gusmão. O antigo guerrilheiro e comandante das FALINTIL quis regressar à sua terra natal para rezar pelos pais e familiares já falecidos, numa cerimónia designada de “Missa Requiem”. Depois da celebração da Eucaristia, o frei Fernando Alberto, em representação da Fraternidade, participou no almoço que juntou muitos familiares e amigos do presidente. Quando o frei Fernando se despedia e preparava para regressar a casa, o Presidente garantiu-lhe que a sua família se encarregaria de proceder às tão necessárias obras de restauro da igreja de Laleia. Assim seja!

Profissão Religiosa do frei José Carlos

No passado dia 9 de Janeiro de 2005, Festa do Baptismo do Senhor, o frei José Carlos, natural da Ilha Brava (Cabo Verde), emitiu os seus votos temporários, numa cerimónia presidida pelo Ministro Provincial português, frei Acílio Dias Mendes, e onde participaram muitos Irmãos, vindos das diversas Fraternidades Capuchinhas.

O frei José Carlos nasceu na aldeia de "Mato Grande", na Ilha Brava, a 18 de Abril de 1976. Filho de Ildo Gomes e de Auta Pires Gomes, tem 11 irmãos e antes de ser frade, era pedreiro de profissão.

Frei José Carlos a receber as Fontes Franciscanas das mãos do Frei Acílio Mendes

Catequista na paróquia de São João Baptista sentiu, desde muito novo, uma enorme alegria por poder participar deste modo na construção da Comunidade Cristã que o viu crescer. Sentia também uma grande admiração pelo frei Mário, Capuchinho italiano, o primeiro que conheceu. Mas haveria de ser, anos mais tarde, depois de uma conversa com o frei Cassiano, missionário Capuchinho italiano, que decidiria fazer uma doação total da sua vida ao Senhor.

Em finais de 1999 iniciou o Aspirantado no Mindelo, na ilha de São Vicente e dois anos depois o Postulantado na ilha do Fogo. Chegou a Portugal em Janeiro de 2004 e imediatamente começou o Ano de Noviciado, em Cabanas de Viriato. A 9 de Janeiro de 2005, fez a sua Profissão de Votos Temporários e logo se dirigiu para o Porto onde ficará pelo menos um ano.

Desejamos ao frei José Carlos as maiores felicidades nesta caminhada que agora principia.

frei Hermano Filipe

Dia Mundial das Missões em Barcelos

Celebrou-se no penúltimo domingo de Outubro, dia 24, o Dia Mundial das Missões. Como já vem sendo hábito, o Secretariado de Animação Missionária da Comunidade Cristã de Sto. António, em Barcelos, assinalou este dia através da preparação e animação das eucaristias dominicais, envolvendo vários elementos dos diferentes grupos e movimentos da comunidade.

Salienta-se o facto de, pela primeira vez, também na vizinha paróquia de Arcozelo, duas das eucaristias terem tido este "cunho" missionário, com a participação do grupo de jovens da paróquia e com a ajuda deste secretariado.

Também os adolescentes da Comunidade de Santo António tiveram a oportunidade de ouvirem o testemunho e experiência missionária do Frei Hermano Filipe que, recentemente, chegou de Timor-Leste.

Um dos objectivos do Secretariado de Animação Missionária de Barcelos para este ano é ajudar a "criar" secretariados missionários idênticos ao nosso principalmente junto das comunidades cristãs cuja animação pastoral está confiada aos Capuchinhos.

Hugo Fernandes

(Secretariado de Barcelos)

Profissão Religiosa de três jovens caboverdianos

É já no dia 31 de Outubro, próximo Domingo, que três jovens caboverdianos emitirão os Votos Temporários. Na verdade, já lá vão uns anitos que a Paróquia de Cabanas de Viriato tem tido a graça de ter no seu seio jovens vindos de diversos lados para se comprometerem a seguir Jesus Cristo nas pegadas de São Francisco de Assis.

Estes três jovens caboverdianos: frei Claudino Teixeira Vieira, frei Laurindo Teixeira Vieira e frei Gilson Frede de Pina, deixaram a sua pátria há 12 meses atrás com o intuito de ingressar no noviciado dos Franciscanos Capuchinhos em Cabanas de Viriato. São da Vice-Província de Cabo Verde, que actualmente conta com 32 irmãos, incluindo os noviços, entre os quais 12 encontram-se na diáspora (Itália e Portugal) estudando e preparando para um dia regressar à terra a fim de trabalhar com a sua gente.

Não é habitual os Noviços professarem nesta altura. Costuma ser mais cedo, em Agosto ou Setembro. Mas, como este grupo teve um pequeno atraso com a documentação e a obtenção do visto de entrada em Portugal, só agora é que vão professar, uma vez que o noviciado tem que ser 12 meses. Tudo para que o jovem possa ter tempo suficiente para discernir bem a sua vocação. Ninguém pode ser frade capuchinho sem passar por esta etapa da formação. Trata-se de uma fase em que o jovem faz uma experiência mais profunda da vida evangélica franciscano-capuchinha. Ao longo do ano o Noviço vai fazendo o discernimento da sua vocação para ver se realmente é esta a sua vocação. Se chegar à conclusão que não era esta a vida para a qual foi chamado, livremente como pediu para entrar, pode sair. Por outro lado, o Noviço que ao fim deste período é considerado idóneo e quer mesmo assumir esta vida (como estes três), faz a sua primeira profissão pela qual se compromete diante de Deus e de Igreja, através dos Votos Temporários, a seguir os conselhos evangélicos (pobreza, obediência e castidade).

Um momento destes é sempre motivo de acção de graças, de louvor ao Deus Altíssimo, Omnipotente e Bom Senhor que vai animando e fortalecendo a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e toda a Igreja com novas vocações; pessoas disponíveis a darem um testemunho da Paz e do Bem, da felicidade que encontram em Jesus Cristo, fonte de toda a alegria e sustento de toda a vocação, seja ela qual for. E tu, que agora lês este texto, já pensaste nisso? Já pensaste que Deus precisa de ti?

Vamos continuar a rezar para que o Senhor continue a enviar operários para esta Messe imensa. E aos noviços os nossos parabéns por esta decisão corajosa, própria de quem quer pautar o seu caminho com Jesus de Nazaré. Resta-nos dizer: boa caminhada, irmãos! Estamos juntos convosco! Que o Senhor vos conduza a(o) Porto seguro…

frei Danilson Ramos Andrade

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2005 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)