<%@ Language=VBScript %> Ordem dos Frades Menores Capuchinhos

PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Actualidade

Carta do Ministro Provincial às Fraternidades (DMC2006)

 

 

Carta do Ministro provincial às Fraternidades

 

a propósito do Dia das Missões Capuchinhas 2006

 

 

«Celebrámos no fim-de-semana 14 e 15 de Janeiro o Dia das Missões Capuchinhas. Este ano, o acontecimento que a todos nos mobilizou foi a criação de uma segunda Fraternidade em Timor-Leste. Para tal, foi preciso alugar, por dois anos, a “Casa de São Francisco de Assis”, em Díli, destinada ao Postulantado.

 

No dia 29 de Janeiro ali davam entrada os primeiros Franciscanos Capuchinhos: frei Manuel Rito Dias, como Guardião e Ecónomo da Fraternidade e o frei Clemente Magalhães Martins, como Vice-Mestre dos Postulantes. Com eles, entravam também os primeiros seis Postulantes que, no dia 02 de Fevereiro – Festa da Apresentação do Senhor e Dia do Consagrado – celebravam o rito de entrada oficial no Postulantado.

 

Finalmente, no dia 03 de Março ali chegava o frei Pedro Cassimiro dos Santos, da Província da Bahia e Sergipe (Brasil), com o múnus de Mestre do Postulantado. Ficava, assim, constituída a segunda Fraternidade em Timor-Leste.

 

Entretanto, a nossa Província está chamada a enfrentar os encargos económicos inerentes à Fraternidade de Díli. Daí, a extraordinária dinamização levada a cabo pelo Secretariado de Animação e Cooperação Missionária. E a criatividade veio ao de cima. As iniciativas multiplicaram-se. Os Guardiães, os Párocos e os Reitores das nossas igrejas e comunidades cristãs acolheram o desafio. E a resposta não se fez esperar. Perante uma grave crise económica que o País atravessa, os cristãos manifestaram, mais uma vez, que há valores que não estão em crise. Assim, o compromisso baptismal, a solidariedade missionária, a generosa partilha de bens… E os números aí estão. Além destas ofertas, há ainda a registar mais 1.820,00€, depositados directamente na conta que temos no BPI.

 

Barcelos – Igreja de Santo António

 5.250,00€

   Barcelos – Paróquia de Arcozelo

    624,60€

   Barcelos – Semana Bíblica de Arcozelo (Ofertório da Missa)

    639,99€

Porto – Igreja da Imaculada Conceição (Amial)

 5.245,00€

Gondomar – Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens

 6.325,34€

Coimbra – Igreja de Santa Justa (e Zouparria)

 1.652,79€

Fátima – Capela das Filhas da Igreja

    505,00€

Lisboa – Igreja da Sagrada Família (Calhariz de Benfica)

 8.635,00€

   Lisboa – Igreja da Sagrada Família (“Venda de Natal” / Oferta)

 1.500,00€

Baixa da Banheira – Igreja de São José Operário

 1.500,00€

                                                                                       Total

31.877,72€

 

A nossa gratidão para com todos os que souberam mobilizar as Fraternidades e as comunidades cristãs para esta aventura missionária. E a certeza da nossa amizade e da oração solidária em cada dia com quantos continuam a partilhar a sua vida e os seus bens.

 

Para louvor do Altíssimo, Omnipotente e Bom Senhor, de Quem procedem todos os bens. Para vivermos, sempre com mais fidelidade criativa, o carisma evangélico franciscano-capuchinho. Em Portugal, em Angola, em Timor-Leste.

 

 

Lisboa, 12 de Março de 2006

 

Fr. Acílio Dias Mendes

Ministro Provincial

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2006 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)