PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Actualidade

Paróquia do Amial solidária com Timor-Leste

 

 

Paróquia do Amial solidária com Timor-Leste

 

A Paróquia do Amial, no Porto, vai enviar aos Bispos de Baucau e de Díli uma carta contendo cerca de 200 assinaturas e uma mensagem de solidariedade para com o povo cristão de Timor-Leste.

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs de Timor-Leste

 

 

 

Fraternas saudações de Paz e Bem!

 

Unidos pela mesma fé em Cristo Jesus, a comunidade cristã de Nossa Senhora de Fátima, no Porto (Amial), tem acompanhado com preocupação a situação que o povo de Timor-Leste vive neste momento.

 

Depois de uma longa luta pela libertação da pátria, o povo iniciou, com a independência, em 20 de Maio de 2002, um processo de desenvolvimento e de construção da paz, agora interrompido por divisões e conflitos que separam o vosso povo e voltam irmão contra irmão.

 

Sentimo-nos profundamente unidos a vós na dor mas também na esperança de que pela via do diálogo seja possível ultrapassar tudo quanto é motivo de discórdia entre vós. As vossas crianças têm o direito de crescer num ambiente fraterno, amigo e resguardado o mais possível de toda a violência e onde o mais importante não seja ser Lorosae ou Loromonu mas timorense, irmão de todos os timorenses e de todos os povos.

 

Imploramos, por isso, a poderosa intercessão de Nossa Senhora do Rosário para que proteja o povo de Timor-Leste e o ensine a amar a justiça e a paz.

 

Despedimo-nos com a promessa da nossa oração a este Deus de Amor que a todos nos une fraternalmente como irmãos,

 

A recolha de assinaturas foi ontem realizada no final de um tempo de oração para pedir a Deus o dom da paz para aquele povo. A oração começou com a projecção de alguns slides sobre o trabalho missionário e a vivência daquele povo, depois rezou-se a oração do terço - mistérios dolorosos - e, quem quis, teve ainda a oportunidade de fazer um outro gesto de comunhão muito íntima com o povo de Timor-Leste e com os religiosos ali em missão: no final fez-se uma procissão, em jeito de peregrinação, até ao altar e as pessoas beijaram o altar, coberto com um tais, símbolo de Timor-Leste.

Cristãos do Amial beijam o altar em sinal de comunhão com o povo de Timor-Leste

A casa dos Capuchinhos, em Díli, já serviu de refúgio a dezenas de timorenses, em especial os idosos que não puderam deslocar-se para mais longe da capital após os primeiros problemas. Ao longo da madrugada de terça-feira, os tumultos foram muitos, com tiros e tentativas de arrombamento, inclusive junto da casa dos Capuchinhos.

 

Frei Hermano Filipe

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2006 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)