PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Actualidade

Capuchinhos de Portugal e do Brasil em Timor-Leste

 

O Ministro Provincial dos Franciscanos Capuchinhos portugueses, frei Acílio Dias Mendes, partiu hoje para Timor-Leste a fim de fazer a “Visita Pastoral” aos irmãos da sua Ordem em Laleia e em Díli. Ao todo são seis religiosos, quatro da Província de Portugal e dois da Província brasileira de Bahia e Sergipe. Um outro brasileiro, frei Nativo, de 40 anos, se prepara para juntar-se a eles.

 

A intenção dos Capuchinhos é, desde o princípio, “implantar” a sua Ordem religiosa emIrmãos da Fraternidade de Díli com os primeiros Postulantes Timor-Leste, através da formação de timorenses no próprio país ou com os Capuchinhos da Indonésia; e, também desde o princípio, fazê-lo em geminação com outra Província do Brasil. Em 2003 foram apenas três portugueses: o frei Fernando Alberto, sacerdote, o frei José Luís Caetano, professo perpétuo, e o frei Hermano Filipe de Jesus Rodrigues, recém-professo. O bispo de Baucau, D. Basílio Nascimento, confiou-lhes a paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Laleia, onde se instalaram. Em 2004, o frei Hermano foi substituído pelo frei Clemente Martins, vindo iniciar os estudos de teologia na Universidade Católica do Porto. Como entretanto surgiram vários candidatos a entrar na Ordem, em 2005 seguiram para lá mais três Capuchinhos sacerdotes: o português frei Manuel Rito Dias e os brasileiros frei Pedro Casimiro e frei Mário Erky, recém-ordenado. E abriu-se uma nova Fraternidade em Díli. Para Laleia foi o frei Mário, como Superior e Mestre dos aspirantes à Ordem, continuando o frei Fernando como pároco e o frei José Luís como colaborador; para Díli, o frei Manuel Rito como Superior, o frei Pedro como Mestre do Postulantado (o ano anterior à entrada no Noviciado) e o frei Clemente; este regressa agora a Portugal, sendo substituído pelo frei Hermano, que prossegue os seus estudos académicos no Seminário Interdiocesano de Díli.

 

O frei Acílio tinha chegado anteontem da Madeira, onde animara a realização da XIX Semana Bíblica Diocesana. Antes disso estivera em Roma, participando com outros 252 Irmãos de todo o mundo no 83º Capítulo Geral da sua Ordem, onde foi eleito Ministro Geral o suíço frei Mauro Jöhri. Antes de partir, partilhou com a ECCLESIA as palavras deste novo Ministro Geral: «Somos uma Fraternidade internacional. Isto impele-nos à mobilidade interior.» E ainda: «O último Capítulo Plenário da Ordem aponta-nos o caminho da periferia. Está escrito. É urgente ir mesmo!» Disse, também, que estava previsto fazer esta Visita em conjunto com o Provincial de Bahia e Sergipe; mas a nomeação de um irmão desta Província para bispo da diocese de Caicó, no Rio Grande do Norte, veio alterar os planos.

 

 

Frei Lopes Morgado,

in Agência Ecclesia (02/10/2006)

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2006 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)