PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Actualidade

Dia Mundial das Missões

 

 

Fim-de-semana missionário em Barcelos

 

O passado fim-de-semana, na Igreja de Santo António, em Barcelos, foi particularmente voltado para a dimensão missionária da Igreja. Aproveitando o Dia Mundial das Missões, que se celebrou neste Domingo, dia 21 de Outubro, o Secretariado de Cooperação e Animação Missionária dos Capuchinhos de Barcelos quis, mais uma vez, preparar um conjunto de actividades para ajudar a Comunidade Cristã de Santo António a sentir-se mais Igreja - universal e fraterna - numa verdadeira comunhão de bens espirituais e materiais.

 

Assim, logo no Sábado à noite, dia 20 de Outubro, o salão do Centro Pastoral quase encheu para um ENCONTRO COM A BÍBLIA, animado pelo Frei Fernando Gustavo, que nos falou um pouco da sua experiência missionária como biblista, e do seu último livro ROTEIRO DE LEITURA DA BÍBLIA cujos direitos de autor revertem a favor da missão dos Capuchinhos em Timor-Leste.

 

Da esquerda para a direita: Joana Abreu (Coordenadora do Secretariado de Cooperação e Animação Missionária de Barcelos), Frei Fernando Gustavo e Frei Hermano Filipe

 

O encontro foi coroado com uma belíssima encenação e dança "missionária" levada a cabo pelo grupo de teatro da Comunidade. A forma viva como decorreu esta encenação fez sobressair o verdadeiro espírito missionário que anima estes jovens.

 

Grupo de teatro da comunidade

 

Por fim, o frei Fernando Gustavo assinou os livros que ninguém quis deixar de levar para casa, por um lado, porque pelo diálogo com o autor perceberam que o livro os faria questionar-se em muitos sentidos e, por outro, por saberem estar a ajudar a missão de Timor.

 

Entretanto, já na Eucaristia das 19h de Sábado se procurou dar especial relevo à dimensão missionária da nossa fé. O mesmo aconteceu na Eucaristia das 8h, 9h30, 12h e 19h de Domingo.

 

Um guião preparado "a rigor" pelo Secretariado de Cooperação e Animação Missionária ajudou os diversos grupos responsáveis pela animação litúrgica destas Eucaristias (Jufra, Catequese, Adonai, Shalom) a dar-lhes um tom de verdadeira universalidade, "superando todos os particularismos das próprias Igrejas locais, reflectindo sobre o mandato de Cristo de ir pelo mundo inteiro, sem limitações de fronteiras, raças e culturas e manifestando a alegria de sermos todos filhos de Deus".

 

Para além do Acolhimento, da Introdução às Leituras e da Oração Universal, deu-se especial destaque à meditação do Pai Nosso, cientes do pedido do Santo Padre na sua mensagem para este dia - Todas as Igrejas para o mundo inteiro - onde convida a que se propague em todas as comunidades a invocação ao "Pai Nosso que está no céu", para que venha o Seu reino à terra, "apelo que dirige sobretudo às crianças e aos jovens, sempre prontos para generosos impulsos missionários".

 

Acção de Graças - Encenação de um diálogo construído a partir do poema "Urgentemente" de Eugénio de Andrade

 

Em Acção de Graças, os jovens encenaram um diálogo construído a partir de um poema de Eugénio de Andrade.

 

Leitor 1: Então vais deixar tudo e partir em missão? Há quem diga que estás louco(a)! Achas que vais fazer toda a diferença?

Leitor 2: É urgente o amor. É urgente um barco no mar.

Leitor 1: Mas porquê tu e não qualquer outro(a)? Afinal o que te move a tanta urgência?

Leitor 2: Não vês que é urgente destruir certas palavras?... ódio, solidão e crueldade, alguns lamentos, muitas espadas?

Leitor 1: Destruir? Não te percebo. Primeiro falas de amor agora de destruir. O que queres afinal?

Leitor 2: Quero destruir o que é mau porque é urgente inventar alegria, multiplicar beijos e searas. É urgente descobrir rosas e rios e manhãs claras.

Leitor 1: Isso é tudo muito bonito… E achas que alguém te escutará, achas que alguém te seguirá?

Leitor 2: Cai o silêncio nos ombros e a luz impura, até doer.

Leitor 1: Vais encontrar tantas dificuldades. A tua fé terá de ser perfeita e a tua oração infindável. Terás de ter esperança, força, coragem, persistência… Estás mesmo preparado(a)?

Leitor 2: Por vezes, a maior parte de nós passa pelas coisas sem as ver, gastos, como animais envelhecidos: se alguém chama por nós não respondemos, se alguém nos pede amor não estremecemos, como frutos de sombra sem sabor, vamos caindo ao chão, apodrecidos. Para mim é urgente o amor, é urgente permanecer.

 

Adaptação do poema "Urgentemente" de Eugénio de Andrade

 

 

 

Texto: Frei Hermano Filipe

Fotos: Susana Fernandes

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2007 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)