PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Santa Clara de Assis

Biografia

 

 

Biografia

 

Santa Clara nasceu em Assis, na Itália, no final do século XII duma família aristocrática. Cedo se deixou enamorar por Cristo. Era uma jovem a transbordar de ideal. A vida sorria-lhe mas, aos dezoito anos, preferiu tudo desprezar para se entregar Àquele que a fascinara. Saindo da casa paterna pela calada da noite de Domingo de Ramos de 1211, sem que os parentes suspeitassem, Clara inicia uma aventura divina que a elevará aos mais altos cumes da santidade, pelos caminhos da simplicidade e da pobreza.

 

Clara sai da casa paterna pela calada da noite de Domingo de Ramos de 1211.

 

A bela Clara, respondendo ao convite de Cristo, tudo abandonou, a exemplo de S. Francisco, para se entregar ao Amor de Jesus no pequeno Mosteiro de S. Damião, em Assis.

 

Foi tal o impacto causado pela original aventura de Clara que, em breve, grande número de jovens seguiu o seu exemplo. Foi tão plena e intensa a vida de Clara, que na hora suprema da partida deste mundo, apenas podia agradecer a Deus o dom da existência:

 

"Louvado sejais Senhor, porque me criastes."

 

O rosto de Santa Clara, após oitocentos anos, manifesta ainda a mesma frescura inicial. Fascina muitas jovens que, como ela, dizem: "Senhor, nada há para mim, no céu ou na terra fora de Vós." A Ordem de Santa Clara actualmente conta com cerca de 18 000 Irmãs, espalhadas pelos cinco continentes. Os séculos não conseguiram destruir o vigor desta "Plantazinha de S. Francisco" que, mau grado o intempéries próprias dos tempos, continua a florescer na Igreja com abundantes frutos de santidade.

 

Se Clara tivesse bebido a taça que o mundo lhe oferecia, os traços do seu rosto virgem e belo não teriam chegado aos nossos dias.

 

Clara, apesar da vida recolhida que escolheu, tornou-se conhecida em todo o mundo de então, como no de hoje. Aquando da sua morte já existiam cerca de 100 Mosteiros que viviam o espírito de pobreza do Mosteiro de S. Damião. Clara foi seguida de princesas, rainhas e damas da mais alta nobreza.

 

A Igreja confirmou a Santidade de Clara com os apelativos mais luminosos:

 

“Clara, resplandecente em claros méritos, brilha no céu com"Clara, resplandecente em claros méritos, brilha no céu com claridade de insigne glória e na terra com esplendor de sublimes milagres" claridade de insigne glória e na terra com esplendor de sublimes milagres. Aqui cintila a austera e sublime Ordem de Santa Clara, difunde-se até ao alto a luz do seu prémio eterno e a sua virtude manifesta-se aos mortais com sinais magníficos.”

 

“Admirável claridade de Santa Clara cujo esplendor de vida quanto mais se analisa, mais admirável se reconhece. Se já luzia no século, resplandeceu na vida religiosa. Se na casa paterna foi um raio luminoso, no claustro brilhou com todo o fulgor. Se brilhou na terra, resplandeceu no céu.”

 

“Como era grande a força desta luz e como era forte a claridade do seu brilho! Apesar de encerrada no segredo do claustro, esta luz irradiava para o exterior; embora recolhida entre as paredes de um Mosteiro, esta luz era projectada para todo o mundo; protegida no interior, irradiava para o exterior. Escondia-se Clara, mas era proclamada a sua fama. Apesar de escondida na sua cela, a sua vida era conhecida nas cidades.”

 

“Ela foi o alto candelabro de santidade, que resplandece vigorosamente na casa do Senhor, a cuja chama viva acorreram e acorrem numerosas virgens para nela acenderem as suas lâmpadas.”

 

(Bula de Canonização de Santa Clara do papa Alexandre IV)

 

 

 

Extraído de: http://www.clarissasmontereal.com

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2007 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)