<%@ Language=VBScript %> Ordem dos Frades Menores Capuchinhos

PAZ e BEM! Bem-vindo à Página dos Frades Missionários Capuchinhos

Página Principal


São Francisco Assis


Espírito de Assis


Porciúncula


Ordem Capuchinhos


Missão em Timor


Onde Vivemos


Espaço Jovem


Música


Apontadores


 
Ano da Eucaristia

Eucaristia: 10 letras, 10 bem-aventuranças

Neste dossier, preparado pelo frei Acílio Mendes, oferecemos 10 temas organizados a partir das 10 letras da palavra eucaristia e apoiados por outras tantas bem-aventuranças. Podem servir para reflexão ou para celebração, para um dia de Retiro ou para 10 tempos de oração individual ou comunitária diante do Santíssimo Sacramento. As 10 letras ou palavras podem ser entregues a 10 pessoas ou grupos, que encontrarão um símbolo para cada uma. Em cada circunstância se julgará dos elementos a utilizar, a suprimir ou a acrescentar. Haja criatividade, na fidelidade à mensagem e a cada comunidade concreta.

João Paulo II declarou o ano pastoral 2004-2005, ANO DA  EUCARISTIA. Como bem sintetizou o Concílio Vaticano II, a Liturgia é, «simultaneamente o cimo para o qual se dirige toda a acção da Igreja e a fonte de onde jorra toda a sua força» (Sacrosanctum Concilium 10). Com humildade, queremos assumir em nossa vida a denúncia profética que nos vem já do Antigo Testamento:

«Abomino as vossas celebrações lunares,

e as vossas festas;

estou cansado delas,

 não as suporto mais.

Quando levantais as vossas mãos,

afasto de vós os meus olhares;

podeis multiplicar as vossas preces,

que Eu não as atendo.

É que as vossas mãos estão manchadas de sangue» (Is 1,14-15).

Com ousadia, queremos ter presente o sentido mais genuíno do Jubileu, nas suas raízes bíblicas de santificação, de libertação, de par­tilha e de respeito pelos direitos humanos: «Santificareis o quinquagé­simo ano, proclamando na vossa terra a liberdade de todos os que a habitam... Cada um de vós voltará à sua propriedade e à sua família... Não vos prejudiqueis uns aos outros... Eu sou o Senhor, vosso Deus» (Lv 25,8-17).

Quantos celebramos a Eucaristia, queremos viver a coerência entre a celebração e a vida, a fé e o compromisso. Concretizando:

:: Não podemos dizer-nos em comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo, e tolerar divisões escandalosas na Igreja e no Mundo de hoje!

:: Não podemos escutar e aclamar a Palavra do Senhor, e fechar os ouvidos aos gritos dos empobreci­dos e injustiçados!

:: Não podemos oferecer Cristo como “corpo entregue e sangue derramado por todos”, e não nos entregarmos apaixonadamente pela salvação dos outros, estando dispostos a dar a vida por eles!

:: Não podemos comungar o Corpo de Cristo, e excomungar os membros desse mesmo Corpo de Cristo, fechando o nosso coração aos irmãos!

:: Não podemos ouvir o “vamos em paz e que o Senhor vos acompanhe”, e não transformarmos a nossa vida em missão solidária junto de multidões que têm fome e sede de Justiça e de Dignidade!

Na multiplicidade de tantas iniciativas, provindas dos mais diversos quadrantes, oferecemos esta proposta, como ajuda para redescobrir a E.U.C.A.R.I.S.T.I.A como a maior riqueza da Igreja, o dom maior da Santíssima Trindade. Partindo de cada uma das suas dez letras, como ponto de arranque para o estudo, celebração e testemunho de outras tantas dimensões da vida cristã. E, assim, “eucaristizar” a vida. Tendo sempre a Eucaristia como fonte e como meta.

Encarnação

Unidade

Coração

Agape

Ressurreição

Igreja

Sacerdócio

Trindade

Ide

Alegria

 

 
Página Principal | Capuchinhos em Portugal | Contactos | Ficha Técnica | Sugestões

© 2005 Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Portugal)